Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Ambientes inspiradores (1)

Chego a Sintra numa tarde bastante solarenga para a época (abril). O alojamento, antecipadamente reservado, visto apenas do exterior (e espaço envolvente) parece-me bem. Toco à campainha e uma jovem faz as honras da Casa das Campainhas. Uma casa apalaçada, oitocentista, renovada e que é hoje uma guest house onde o conforto e a arte de bem receber combinam na perfeição.

 

Casa das Campaínhas (fachada principal)

 

A entrada na casa foi uma surpresa boa. O bom gosto impera. Uma simbiose perfeita entre a decoração de cariz clássico e algumas notas modernas, mas perfeitamente enquadradas no conjunto.

Subo ao quarto Medronheiro (todos os quartos têm nome de planta) e o que vejo agrada-me. Tudo metodicamente arrumado e muito limpo. Sinto no ar um leve cheiro a alfazema. Relaxante.

 

 

Quarto nº 5 (Medronheiro)

 

 

Quarto (detalhes)

 

Pouso as malas e acompanho a jovem numa breve visita a outras divisões da casa (as divisões sociais). Detenho-me no salão. De forma triangular, todo envidraçado na parede exterior, é confortável e convida à leitura, à escrita ou simplesmente ao dolce far niente. Sento-me e aprecio o espaço. A mesa no centro, uma peça de grande beleza, capta-me a atenção. Há requinte, conforto e bem-estar ali. Afundada no grande sofá, ali permaneço sem nada fazer, sem nada pensar. Apenas a vontade de escrever (mentalmente) memórias passadas. O local é inspirador. Ali, a imaginação não tem limites. Voamos no espaço e no tempo. Sinto-me embalar pela “música” de um velho piano da sala contígua. E fico. Escuto músicas e danço com elas ao ritmo da tarde. A noite cai e com ela o silêncio da serra.

 

 

Hall  (piso superior)

 

 

Mesa no salão (detalhe)

 

Na manhã seguinte, delicio-me com um maravilhoso pequeno-almoço na requintada sala de jantar (de paredes decoradas com frescos originais). Tudo está perfeito. Os pássaros chilreiam na mata próxima. O sol brilha e o ambiente está mais bucólico ainda.

 A simpatia e a gentileza da anfitriã fazem o resto.

 

 

Mesa da sala do pequeno-alomço

 

 

Terraço na zona da piscina

 

Nota: excelente relação qualidade preço e muito profissionalismo no atendimento. Recomendo.