Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Como pássaro ferido

A lua espreita no horizonte,

No ar o aroma exótico do jasmim

Transporta os perfumes da noite.

 

Na varanda sobranceira,

Entre almofadas de chita,

Recosto-me nas memórias, que me embalam a alma.

 

Enrolada em sonhos, sinto-me frágil.

E como pássaro ferido,

Que plana entre as nuvens do desejo,

Procuro abrigo noutros instantes, breves, mas felizes.

1 comentário

Comentar post