Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Fru(t)a na escola

006.JPG

  À hora marcada, a pequena furgoneta entrava no recinto da escola. “Chegou a Frua!” Exclamaram curiosos, e expectantes, os alunos, no pátio junto ao portão principal da escola (E. S. do Restelo). Enquanto aguardavam pela montagem da “lojinha de rua”, iam fazendo perguntas. Rapidamente (e de forma metódica e organizada), Carina O. – uma das empresárias da Frua, foi montando as máquinas, expondo as frutas… num pequeno quadro de ardósia, o preçário e a lista dos sumos naturais disponíveis: laranja, maçã, abacaxi, etc., passando por algumas combinações mais criativas, ditas improváveis, mas muito saborosas. Como o sumo de maçã, cenoura e beterraba – com o nome: “Rua Ferreira Borges” - que a Carina preparou para mim, ou o denominado “Rua Augusta” – à base de laranja, limão e gengibre.

  Coube-me a tarefa de fotografar e acompanhar uma turma ao local. Tudo a propósito da comemoração do Dia Mundial da Alimentação (dia 16 de outubro), mas não só. Afinal, a matéria em lecionação, no 9º ano de escolaridade, tinha tudo a ver: saúde individual e comunitária – determinantes da saúde. E depois, incentivar ao consumo da fruta - e com isso contribuir para um estilo de vida saudável, para além de se enquadrar nos objetivos da recém-criada startup, vai de encontro às metas curriculares. Perante isto: todos ganharam com a iniciativa, a Escola e a Frua.

012.JPG

005.JPG