Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

No rota do glamour (de outrora)

Enquanto o sol brilhar e a temperatura agradar (de alta) apetece-me praia, mar, muito mar… dias sem fim a cheirar a sal com perfume de verão! Um misto de aromas frescos e doces.

Adoro o verão e tudo o que mesmo proporciona: férias com sabor a “viagem mais longa”. Com muita privacidade e sem horários nem obrigatoriedades que constrangem e/ou limitam o bem-estar.

Foi assim, neste espírito de descontração, que conheci uma das praias do meu imaginário: Biarritz. Localizada no sudoeste de França, a antiga vila de pesca conhecida pela caça às baleias, foi em tempos local de veraneio da nobreza francesa e mais tarde de muitos artistas famosos. Ainda hoje continua a receber milhares de visitantes, muitos deles ávidos do glamour que (ainda) por ali se vive…

 

 

 

 

 

A temperatura da água (e do ar) estava ótima o que contribuiu para aumentar o prazer de estar ali. Depois, o mar, de um azul intenso, convidava aos mergulhos frequentes… Combinações perfeitas, para um dia bem passado com um almoço onde não podiam faltar “moules marinière” (os tão conhecidos mexilhões).

As ruas são, por assim dizer, uma tentação. Desde esplanadas bonitas e acolhedoras às lojas de roupa (e outros artigos), tudo é apelativo e revela bom gosto. Apetece ficar e desfrutar no mínimo uma semana…

 

 

 

 

 

 

Nota: recomendo esta paragem a quem entrar em França via País Basco (entrada por Irun). Além de Biarritz, recomenda-se, também, St. Jean-de-Luz e Bayonne que ficam perto.

2 comentários

Comentar post