Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

Escrita ao Luar

Um blog de “escrita” sensitiva e intimista sobre (quase) tudo... e com destaque para: viagens, ambientes inspiradores e gastronomia.

(N)outro Algarve

A pequena vila continua calma e tranquila. Como sempre. Erguida na encosta, entre o mar e o rio, a pitoresca vila de Ferragudo continua fiel a si mesma: um ambiente descontraído, quando os dias se alongam e o sol aquece. Longe das multidões, ali se consegue alcançar a harmonia entre o corpo, a mente e a alma. Uma comunhão que permite relaxar da vida mundana e dos ritmos frenéticos do quotidiano. Gosto de estar na praça a ler ou simplesmente a observar... Com tempo para viver o presente, porque a Vida está no Agora.

 

 

Recomendações: para estadia, o Aguahotels Riverside (um hotel com SPA, com excelente relação qualidade/preço); para um jantar à beira rio, o Borda do Cais é o restaurante que oferece um ótimo cardápio de peixe fresco, associado a um atendimento simpático e atencioso; e se o tempo o permitir, desfrute dos primeiros mergulhos na praia do Pintadinho, localizada a pouco mais de um quilómetro e meio de distância do centro da vila.

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

image.jpeg

 

 

 

Na margem do rio...

IMG_3720.JPG

 Quando o cansaço e o stress se apoderam de mim, se possível, procuro um refúgio para o corpo e para a alma.

  Nesta altura do ano, quando o sossego invade a região algarvia, encontrar um espaço para repousar acaba sendo fácil. Foi o que aconteceu, muito recentemente.

 Num recanto do Arade, bem juntinho a Ferragudo, encontrei o sítio ideal para descansar: o Água Hotels Riverside. Uma unidade hoteleira, relativamente recente, com marina privada, piscina exterior e interior e uma vista magnífica para o rio Arade. 

 A envolvente natural transporta beleza para dentro do quarto; da longa janela envidraçada, virada para o rio, avisto a cidade na outra margem. Sem movimento aparente, Portimão (e arredores) parece ter hibernado neste prenúncio de inverno.

 Numa manhã, depois de um excelente pequeno-almoço buffet, aproveitei para conhecer Ferragudo. A pequena vila piscatória, com o casario disposto num promontório, lembrou-me, imagine-se, Cadaqués. Talvez a geografia do local me fizesse recuar e revisitar lugares; talvez os meus olhos tenham pintado aquele quadro - em tons de azul e branco -, à semelhança de outro que guardo na memória. Talvez – apesar da necessidade de obras de requalificação.

 O sol brilhou acalentando os dias; a preguiça invadiu os espaços e o silêncio imperou. Nada mais além da paisagem perturbou o ambiente de pura meditação que ali vivi.

IMG_5532.JPG

IMG_3714.JPG

IMG_3711.JPG

IMG_3710.JPG

IMG_3732.JPG

IMG_3733.JPG

IMG_5511.JPG

IMG_5512.JPG

 

 

NOTA: esta unidade hoteleira, relativamente recente, alia a qualidade e o conforto dos espaços a um preço convidativo. Ideal para umas miniférias em família, o hotel dispõe de piscina exterior e SPA.